A Casa D`Agua - Saneago inaugura Estação de Tratamento de Água Mauro Borges

Sep

21

Saneago inaugura Estação de Tratamento de Água Mauro Borges

 

Saneago inaugura Estação de Tratamento de Água Mauro Borges

Segundo Companhia, proposta é abastecer Goiânia e Aparecida de Goiânia. Unidade já distribui água para bairros da região norte da capital.

 

A Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) inaugurou a Estação de Tratamento de Água (ETA) Mauro Borges nesta terça-feira (19), em Goiânia. Conforme a empresa, está e a última etapa do sistema produtor de mesmo nome, abastecido pelo Ribeirão João Leite. A organização informou que, por causa da baixa vazão do Rio Meia Ponte, a unidade já fornece água para quase 80 bairros da região norte de Goiânia.

Conforme apurou a TV Anhanguera, a ETA já trata 20 milhões de litros de água e tem capacidade de expansão para fornecer quatro vezes seu limite atual. Além disso, a unidade consegue distribuir 500 mil litros de água atualmente, mas também deve ter capacidade aumentada para abastecer a capital e Aparecida de Goiânia até 2019.

“O sistema vai servir para abastecer Goiânia e Aparecida. O Meia Ponte vai abastecer Trindade, Goianira e parte da região oeste da capital. Esse sistema é o dobro do que a gente tinha de reservatório de água até agora”, explicou o governador Marconi Perillo (PSDB) em entrevista à TV Anhanguera.

Além dele, também estavam presentes na inauguração o prefeito Iris Rezende (PMDB), o presidente da Saneago, Jalles Fontoura, entre outras autoridades.

 

 

 

Sistema

 

 

 

Conforme a Saneago, a construção do Sistema Produtor Mauro Borges começou em 2002 com a Barragem do Ribeirão João Leite, capaz de armazenar 130 bilhões de litros de água na área inundada de mais de 1 mil hectares. Já a segunda etapa, foi a Estação Elevatória de Água Bruta.

Ainda segundo a Companhia, o sistema começou a funcionar no último dia 9 de setembro, quando o abastecimento para moradores da Região Metropolitana ficou comprometido por causa da baixa vazão do Rio Meia Ponte.

Por Vanessa Martins, G1 GO

 

Compartilhe: